Portal | ADSMC

Notícias da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Miguel dos Campos/AL.

Atendimento

terça, quinta e sexta das
08h às 13h.
(82) 3271 2498
adsmc@uol.com.br

→ Notícias

Em tempos de dificuldades nós temos é que nos aproximarmos de Deus, diz Pr. Jairo Teixeira no culto de doutrina.

Por DECOM ADSMC

Publicado em 21 mar 2020

Mesmo vivenciando dias difíceis na terra, e diante das restrições devido à pandemia do novo coronavírus, os fieis reuniram-se no templo sede nesta sexta-feira (20) para mais um Culto de doutrina.

Após o momento litúrgico, o Pb. Feitosa fez a leitura do Ato Presidencial da AD no estado de Alagoas, que suspende os cultos e eventos eclesiásticos por um período de dez dias – decisão tomada pelo pastor presidente e a Comadal com base no decreto do governo que declara situação de emergência no estado de Alagoas, tomando medidas preventivas ao enfrentamento internacional ao COVID-19.

Diante do contexto mundial vivido pela sociedade, o pastor do campo eclesiástico, Jairo Teixeira reforçou essas medidas e aproveitou para enfatizar as recomendações de Jesus durante o sermão profético, destacando ainda o princípio das dores mencionados em Lc 21.5-19Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que se não deixará pedra sobre pedra que não seja derribada…E, quando ouvirdes rumores de guerra e sedições, não vos assusteis porque é necessário que isso aconteça primeiro, mas o fim não será logo. Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino, contra reino; e haverá, em vários lugares, grandes terremotos, e fomes, e pestilências; haverá também coisas espantosas e grandes sinais do céu…” Esses são os sinais preditos pela Palavra. Durante a explanação, o líder ressaltou ainda os reais motivos pelos quais essa pestilência – coronavírus – está acontecendo:

1) Para despertar à igreja;
2) Para mostrar a fragilidade do homem;
3) Para quebrar a arrogância do homem;
4) Para se cumprir os desígnios de Deus.

Na oportunidade, acrescentou que Deus está permitindo tudo isso para gerar testemunhos de fé. A figueira vai balançar, mas através dessa tribulação, Deus dará um despertamento à noiva de Cristo, complementou o pastor.

Diante desses pressupostos, o pastor trouxe também orientações pertinentes à igreja:
Não julgar as pessoas; ajudar as autoridades; seguir os decretos; dar uma palavra de fé aos sedentos, pois o tempo é de se aproximar de Deus.

A igreja vive literalmente, um teste da fé, salientou o pastor e reafirmou a recomendação que está descrita em 2 Crônicas 7.13 e 14.

Deus continua no controle de tudo. Não andeis preocupados é tempo de perseverar e não de se afastar de Cristo. Os cristãos têm a oportunidade para anunciar o evangelho a toda criatura.

No término da ministração, o pastor ressaltou que a unidade deve permanecer entre os crentes e que esse período de suspensão temporária dos cultos deve ser de constante oração e clamor para Deus guardar e proteger seu povo.

O Ev. Milton fez a oração final e a bênção apostólica foi impetrada pelo anjo da igreja.


Comente a matéria

*Seu e-mail não será publicado.

*
*

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
YouTube
YouTube
Instagram