Portal | ADSMC

Notícias da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Miguel dos Campos/AL.

Atendimento

terça, quinta e sexta das
08h às 13h.
(82) 3271 2498
adsmc@uol.com.br

→ Notícias

LIÇÃO 10- A INTERCESSÃO PELOS EFÉSIOS

Por DECOM ADSMC

Publicado em 06 jun 2020

Introdução: “Uma das maneiras de descobrir as principais ansiedades e ambições do crente é analisar o conteúdo de suas orações e a intensidade com que as faz. Todos nós oramos acerca do que nos preocupa e, evidentemente, não nos importamos com assuntos que não incluímos em nossas orações. A oração expressa um desejo”(Sttot). A intercessão de Paulo mostra que a Igreja que ora, é fortalecida no poder de Deus.

I- A ORAÇÃO DO APÓSTOLO (Ef 3:14-21)

A) “Por esta causa” – Que causa Paulo tinha em mente?

Temos dupla resposta.

  1. O eterno propósito que Deus estabeleceu em Cristo Jesus (Ef 3:11).
  2. A preocupação de Paulo com os Efésios , demonstrará no v.13, “portanto , vos peço que não desfaleçais nas minhas tribulações por vos”.

B) “me ponho de joelhos”(1Rs 8:54; Lc 22:41; AT 7:60;20:36)

Apenas para indicar que havia “um grau excepcional de sinceridade” (Sttot) e também de quebrantamento, podemos acrescentar. A Bíblia não determina qual é a posição certa de orar.

Todavia, concordamos com o comentário de William Hendriksen que uma posição desleixada do corpo, quando se ora, é uma abominação diante do Senhor.

C)”de quem toma o nome toda família, tanto no céu como sobre a terra”. – Essa família, é a Igreja. A do céu é a Igreja que está na Glória, e a da terra é a que ainda não subiu ao céu.

D) “para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda”

A seguir Paulo usa quatro palavras chaves, para expressar o conteúdo de sua oração; força, amor, compreensão e plenitude.

“As riquezas da sua glória”
Deus é possuidor de todas as glórias e despenseiros de ricas e abundantes bênçãos.
Ele é o Pai da glória (Ef 1.17)
Ele é rico em graça (Ef 2.7; 3.8)
Paulo pede que a Igreja tenha pleno desenvolvimento espiritual (Gl 3.16-19) .

II – O CONTEÚDO DA ORAÇÃO DO APÓSTOLO (Ef 3:16-19)

Na primeira parte dessa oração, o apóstolo olha para o ponto mais íntimo do cristão, seu homem interior e seu coração. E isso faz sentido porque esse é sempre o primeiro local para onde Deus olha(1Sm 16:7;Sl 51:6)
A)”habite Cristo em vosso coração” – A princípio, podemos pensar que essa oração não é necessária, isto é, se os Efésios são crentes, então Cristo já habita em cada coração ! O teólogo Charles Hodge nos responde com esta simples frase: “A habitação de Cristo na pessoa é questão de intensidade.” No grego, o verbo para “habitar” significa estabelecer-se em algum lugar. Refere-se a uma habitação permanente e não temporária. O que Paulo quer que aconteça é uma habitação cada vez mais intensa de Cristo no coração dos Efésios e, evidentemente no nosso também. E isso significa um reinado completo do Senhor Jesus em nossa vida , cuja sede é o coração. “Habitados por Cristo” (Ef 3.17)

(Katikei’n)(Gr): ‘habitação permanente’ em oposição à ‘habitação temporária’, A oração de Paulo era que Cristo habitasse continuamente na vida da Igreja Sem Cristo, as pessoas não podem resistir às forças do mal (Mt 16.18)
B)”arraigados e alicerçados em amor” – Se na primeira parte Paulo estava preocupado com o coração , agora ele está interessado nas raízes. Para isso, usa duas figuras: uma da botânica (arraigados= enraizados) e outra da arquitetura(alicerçados= o alicerce é a base, o fundamento, o sustentáculo ). Dessa forma, o apóstolo está comparando a vida do cristão a uma árvore bem enraizada e a uma casa bem edificada. Nos dois casos, a causa da estabilidade e’ a mesma: o amor. “O amor há de ser o solo em que a vida deles deverá ser plantada ; o amor há de ser o fundamento em que a vida deles será

“Amor”: a virtude cristã.
O amor é atributo divino (1Jo 4.8)
Por amor Cristo se entregou por nós (Ef 5.2)
O amor é o resumo da Lei e dos profetas (Mt 22.40)
O amor é o sinal dos discípulos de Jesus (Jo 13.35)
É a prova de filiação com Deus (1Jo 4.7)
O amor deve ser expressado por meio de atitudes concretas (1Jo 3.17)
O amor norteia o fruto do Espírito (1Co 13.13)
Sem o amor a vida cristã não tem sustentação (1Co 13.1-3)
A intensidade do amor de Cristo
Para viver o amor, devemos conhecer mais sobre o amor Divino (Ef 3.18,19)
A lógica humana não pode mensurar o amor de Deus (Jo 3.16’de tal maneira’)
Devemos seguir o amor de Cristo (1Jo 4.10,11).
C)”Conhecer o amor de Cristo”(Ef 3:18,19) – “a fim de poderdes compreender , com todos os Santos, qual e’ a largura , e o comprimento, e a altura, e a profundidade e Conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento”. O amor dez Cristo é tão alto quanto o mais alto dos céus, tão profundo quanto o mais profundo abismo, largo o suficiente para abarcar o oriente e o ocidente, e comprido para abranger o norte e o sul. Então , ninguém está fora do raio do amor de Jesus.

D)”tomados de toda plenitude de Deus”(Ef 3:19) – “para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus”. Plenitude é uma palavra bastante usada em Efésios. O apostolo deixa claro que ainda temos espaço para crescer mais. Como indivíduos, devemos continuar a nos encher do Espirito(Ef 5:18), eca igreja deve crescer Nele até atingir a plenitude de Cristo(Ef 4:13-16). Se você necessita de uma definição , Sttot afirma que “plenitude é a capacidade que temos de ficar cheios de Deus até o limite, sem deixarmos de permanecer humanos.” Mas a “plenitude de Deus” também aponta para o futuro , para a manifestação do Senhor, a qual João nos lembra:”Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque havemos de vê-lo como ele é “(1Jo 3:2).

“Fortalecidos com poder”:
Que a igreja fosse revigorada com poder (1Co 16.13)
A única força que habilita o crente a ficar firme é o Espírito Santo (Jo 14.16,17)
Assim fazendo, seremos ‘cheios da plenitude de Deus’ (Ef 3.19).

III – A CONCLUSÃO DA ORAÇÃO DO APÓSTOLO (Ef 3:20-21)

Sttot sugere a seguinte divisão:
a) Deus é poderoso para fazer, pois ele não está ocioso, nem inativo, nem morto;
b) Deus é poderoso para fazer, o que pedimos, pois escuta a oração e responde;
c) Deus é poderoso para fazer o ué pedimos ou pensamos, pois lê os nossos pensamentos; porque as vezes, imaginamos coisas ué não ousamos pedir e, então, deixamos de pedi-las;
d) Deus é poderoso para fazer tudo o que pedimos, porque sabe de tudo e tudo pode realizar , É o Deus todo poderoso;
e) Deus é poderoso para fazer mais do que pedimos, pois suas expectativas são mais altas que as nossas;
f) Deus é poderoso para fazer infinitamente mais, porque a sua graça não é dada por medidas racionadas. É um Deus de superabundância.

CONCLUSÃO: A própria conclusão da oração é mais que suficiente para nós, pois o desejo maior do apóstolo é que a glória de Deus seja vista”na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações para todo sempre, Amém(Ef 3:21). Que nesse tempo tão difícil de pandemia, a Igreja do Senhor Jesus, cada dia, Cristo habite em vocês. Que sejam alicerçados no amor de Cristo. Que muitos venham a Conhecer o amor de Cristo. Que todos sejam tomados de toda plenitude de Deus. E que Deus que é poderoso, possa fazer muito mais, abundantemente, além daquilo que pedimos ou pensamos. Amém.


Comente a matéria

*Seu e-mail não será publicado.

*
*

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
YouTube
YouTube
Instagram