Portal | ADSMC

Notícias da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Miguel dos Campos/AL.

Atendimento

terça, quinta e sexta das
08h às 13h.
(82) 3271 2498
adsmc@uol.com.br

→ Notícias

Lição 11: Compromissados com a Evangelização.

Comentário Pr. Jairo Teixeira Rodrigues.

Publicado em 12 mar 2021

TEXTO ÁUREO

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Rm 1.16).

VERDADE PRÁTICA

A nossa responsabilidade para a salvação de todos os seres humanos, mediante o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, nos torna servo de todos.

LEITURA DIÁRIA

Segunda — Sl 147.15

Introdução: A evangelização sempre foi e é prioridade no Movimento Pentecostal. A razão para isso é que os pentecostais encarnam na realidade concreta o batismo no Espírito Santo como uma capacitação para testemunhar a Cristo. Os pentecostais também têm em mente que todas as pessoas podem e devem ter acesso a esse testemunho, pois Jesus, o nosso Senhor, morreu para salvá-las. E, finalmente, há um senso de urgência na pregação pentecostal por causa da bendita esperança, ou seja, afirme convicção na iminência da volta do Senhor. São convicções arraigadas na Palavra de Deus que fundamentam a nossa prática de evangelização.

Aproveite essa oportunidade para fazer uma grande conscientização a respeito da urgência da evangelização. É uma incumbência do Senhor Jesus Cristo.

 

I- A EVANGELIZAÇÃO COMO PRIORIDADE

A salvação é urgente, é hoje, pois ninguém sabe o dia de amanhã, pode a pessoa morrer hoje ou JESUS vir hoje, o que acontecer primeiro pode determinar o destino da pessoa para quem devemos pregar o evangelho. DEUS vai nos cobrar pela disposição em pregarmos a todos.

Portanto, como diz o ESPÍRITO SANTO, se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais o vosso coração, como na provocação, no dia da tentação no deserto, Hebreus 3:7,8 Mas, se avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu caminho ímpio, ele morrerá na sua maldade, mas tu livraste a tua alma. Ezequiel 3:19

1. O Evangelho.

Evangelho (Strong Português) ευαγγελιον euaggelion

1) recompensa por boas notícias

2) boas novas

2a) as boas novas do reino de DEUS, também de JESUS, o Messias, o fundador deste reino. Depois da morte de CRISTO e ressureição, o termo inclui também a pregação de (sobre) JESUS CRISTO que, tendo sofrido a morte na cruz para obter a salvação eterna para os homens no reino de DEUS, mas que restaurado à vida e exaltado à direita de DEUS no céu, dali voltará em majestade para consumar o reino de DEUS. 2b) as boas novas da salvação através de CRISTO

2c) a proclamação da graça de DEUS manifesta e garantida em CRISTO.

2d) o evangelho

2e) quando a posição messiânica de JESUS ficou demonstrada pelas suas palavras, obras, e morte, a narrativa da pregação, obras, morte e ressureição de JESUS CRISTO passou a ser chamada de evangelho ou boas novas.

As pessoas precisam ouvir a Palavra de DEUS para serem salvas – aprouve a DEUS salvar os crentes pela loucura da pregação. 1 Coríntios 1:21

Aquele que ouve de bom grado abrirá o caminho da fé para ser salvo – De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de DEUS. Romanos 10:17

JESUS já fez tudo pare pudéssemos ser salvos, agora só precisamos crer nisso – Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de DEUS. Efésios 2:8

Estamos em CRISTO a partir do momento que ouvimos e cremos na pregação do evangelho – em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o ESPÍRITO SANTO da promessa; Efésios 1:13

Como a s pessoas vão ouvir para crerem e serem salvas se não houver quem pregue o evangelho?

Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? Romanos 10:14

Evangelho – Uma palavra usada somente no NT para denotar a mensagem de CRISTO. O termo gr. euangelwn, significando “boas novas”, tornou-se um termo técnico para a mensagem essencial da salvação, Ela é identificada por várias frases descritivas, tais como, “o evangelho de DEUS” (Mc 1.14; Rm 15.16), “o evangelho de JESUS CRISTO” (Mc 1.1; 1 Co 9.12), “o evangelho de seu Filho” (Rm 1.9), “o evangelho do Reino” (Mt 4.23; 9.35; 24.14), ״o evangelho da graça de DEUS” (Act 20.24), “o evangelho da glória de CRISTO” (2 Co 4.4), “o evangelho da paz” (Ef 6.15), “evangelho eterno” (Ap 14.6). Embora aspectos distintos da mensagem sejam indicados por vários modificadores, o Evangelho é essencialmente um. Paulo fala de “um outro evangelho” que não é um equivalente, pois o Evangelho de DEUS é sua revelação, e não o resultado da descoberta (Gl 1.6-11).

O conteúdo do Evangelho é claramente definido no NT. É a mensagem proclamada e aceita da igreja cristã, pois foi recebida por todos os crentes, defendida por seu raciocínio, e constitui uma parte vital de sua experiência. É histórica em seu conteúdo, bíblica em seu significado, e transformadora em seu efeito. “CRISTO morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras… foi sepultado, e… ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras… foi visto por Cefas…”, são as palavras descritivas de Paulo (1 Co 15.1-6).

O Evangelho não é uma adição imprecisa de lendas antigas a respeito de JESUS, mas um conjunto bem organizado de ensinos sobre sua vida e seu significado, pregado por líderes da igreja primitiva e historiadores crentes salvos na primeira geração após sua morte

II – REQUISITOS PARA SER UM GANHADOR DE ALMAS

O desejo de Deus é que todo crente seja um “pescador de homens” (Mt 4.18-20). Mas, para isso, é necessário observar alguns pré-requisitos. Vejamos:

1. Ter convicção da salvação. Ninguém pode se tornar um autêntico ganhador de almas se não tiver a certeza da salvação. Por isso, o pregador deve saber em quem tem crido (2Tm 1.12); reconhecer que é filho de Deus (1Jo 3.2); que já passou da morte para a vida (1Jo 3.14); que será arrebatado e que estará para sempre com o Senhor nos céus (1Ts 4.13-17). Somente quem tem esta certeza é que poderá pregar a mensagem da salvação para as almas perdidas.

2.Ter amor pelas almas. O sentimento do evangelizador deve ser o mesmo de Cristo: amor e compaixão pelas almas (Mt 9.36; 14.14; Mc 6.34; 8.2; Lc 7.13; Jo 10.11). Por isso, todo o seu ministério foi dedicado à conquista dos pecadores (Jo 4.34), pois Ele as via como ovelhas que não tem pastor (Mt 9.36) e como doentes que necessitavam de médicos (Mt 9.12). O amor pelas almas é o resultado de uma comunhão íntima com Deus (1Jo 4.19,20), bem como do conhecimento da perdição do pecador (Rm 6.23). O amor de Deus, derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado (Rm 5.9), nos impulsiona poderosamente a levar as Boas Novas aos perdidos (2Co 5.14). Assim, o ganhador de almas, como o apóstolo Paulo, não deve temer prisões, tribulações e nem mesmo a morte (At 21.13), mas, seu desejo é cumprir com alegria a sua carreira de testificar do evangelho da graça de Deus (At 20.23,24).

3. Ser cheio do Espírito Santo. O Espírito Santo é quem direciona os crentes (At 8.29; 10.19; 16.6-10) e lhes dá ousadia para testemunhar de Cristo (At 1.8; 4.31; 6.10). O apóstolo Pedro, por exemplo, antes do revestimento de poder, negou a Jesus e jurou que não o conhecia (Mt 26.69-75; Mc 14.66-72). Mas, depois que foi revestido de poder, pregou a Palavra, e quase três mil almas foram salvas (At 2.37-41). Não significa dizer que o crente só pode pregar após o batismo com o Espírito Santo, pois, os apóstolos já pregavam antes mesmo de serem batizados (Mt 10.1-4; Mc 3.13,14; Lc 6.12-16). Mas, sem dúvida, o batismo com o Espírito Santo dá ao crente mais ousadia para pregar a Palavra de Deus (At 4.13,29).

4.Ter conhecimento da Palavra de Deus. A Bíblia é a principal “ferramenta de trabalho” do pregador do evangelho. Por isso, todo aquele que deseja ser um ganhador de almas comprometido com a evangelização, deve ler e estudar a Palavra de Deus com afinco e dedicação. Ele deve ser instruído na Palavra (1Tm 4.6); conhecer as Sagradas Escrituras (2Tm 3.16); e guardá-las no coração (Sl 119.11). Como disse o apóstolo Paulo: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2Tm 2.15).

CONCLUSÃO: O Evangelho se define como boas novas de salvação providenciadas por DEUS a todos os homens. O único Salvador do mundo – JESUS é o único que pode conduzir o homem a DEUS. A igreja é a agência legítima de divulgação e ensino do evangelho de JESUS CRISTO. A Evangelização é o processo de transmissão e propagação por diversos meios do evangelho.

As missões são direcionadas a povos distantes com culturas diferentes das nossas. O desafio hoje é conseguir mobilizar a igreja para a tarefa do IDE de JESUS. Todos temos que nos envolver e nos comprometer com esta missão.(Marcos 16:15-17).Amem.


Comente a matéria

*Seu e-mail não será publicado.

*
*

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
YouTube
YouTube
Instagram