Portal | ADSMC

Notícias da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Miguel dos Campos/AL.

Atendimento

terça, quinta e sexta das
08h às 13h.
(82) 3271 2498
adsmc@uol.com.br

→ Notícias

Lição 9 – AS HISTÓRIAS E AS POESIAS FALAM AO CORAÇÃO

Comentário Pr. Jairo Teixeira Rodrigues.

Publicado em 26 fev 2022

  • Texto: Sl 119:107
  • Introdução:
  • Para contar as histórias do povo de Deus, os livros históricos servem-se da literatura chamada de “narrativa”;
    • “A narrativa é um tipo literário que abrange mais de 40% do Antigo Testamento. O termo narrativa é preferido no uso técnico para o registro da história. Toda a narrativa é constituída de enredo, trama e personagens. Contudo, ao contrário das narrativas humanas que, por questões ideológicas, tendem a impor o falso como verdadeiro, a narrativa bíblica é divinamente inspirada, tootalmente verídica, Deus é o autor e personagem principal.” (BAPTISTA, 2022)
  • Os livros poéticos e de sabedoria recorrem ao “texto lírico” com o propósito de despertar sentimentos.
  • Estudaremos as experiências e as instruções relatadas nesses livros, cuja mensagem fortalece os nossos corações.
    • “Nos livros históricos da Bíblia, Deus fala acerca do homem; nos livros proféticos, Deus fala ao homem, e nos Salmos, o homem fala a Deus” (PEARLMAN, 2020)
I – AS HISTÓRIAS DO ANTIGO TESTAMENTO

1 .Os livros históricos.

▪ Após a morte de Moisés, Deus chamou Josué para liderar o povo na conquista da Terra Prometida.

▪ “E sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do Senhor, que o Senhor falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.” Js 1.1,2 (ARC)

▪ Os registros dessa experiência com Deus, e da posse da terra, são chamados de “livros históricos”.

▪ São um total de 12 volumes, que retratam a história de Israel desde a entrada em Canaã […] até o tempo de Esdras e Neemias […].

▪ Israel experimentou providência, proteção e juízo divino.

▪ Esses relatos demonstram que Deus controla o curso da história.

▪ “Palavra alguma falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.” Js 21.45 (ARC)

2 . As histórias dos Juízes.

▪ Depois de Josué, os juízes governaram Israel até ao profeta Samuel.

▪ “E, destruindo a sete nações na terra de Canaã, deu-lhes por sorte a terra deles. […] E, depois disto, por quase quatrocentos e cinquenta anos, lhes deu juízes, até ao profeta Samuel.” At 13.19,20 (ARC)

▪ COMPARE: “Destruiu sete nações em Canaã e deu seu território a Israel como herança. Tudo isso levou cerca de quatrocentos e cinquenta anos. “Depois, Deus lhes deu juízes para governá-los até o tempo do profeta Samuel.” At 13.19,20 (NVT)

▪ São cerca de 400 anos da história com a atuação de doze líderes (Jz 3.11–16.30).

▪ Nessa época, não havia rei em Israel; e cada um andava como queria.

▪ “Naqueles dias, não havia rei em Israel, e nos mesmos dias a tribo dos danitas buscava para si herança para habitar; porquanto até àquele dia entre as tribos de Israel lhe não havia caído em herança bastante sorte.” Jz 18.1 (ARC)

▪ “Naqueles dias, não havia rei em Israel, porém cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos.” Jz 21.25 (ARC)

▪ A nação […] fez “o que parecia mal aos olhos do Senhor”. Como resultado, os israelitas foram subjugados pelas nações vizinhas.

▪ “E os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor, e se esqueceram do Senhor, seu Deus, e serviram aos baalins e a Astarote. Então, a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os vendeu em mão de Cusã-Risataim, rei da Mesopotâmia; e os filhos de Israel serviram a Cusã-Risataim durante oito anos. […] Porém os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do Senhor; então, o Senhor esforçou a Eglom, rei dos moabitas, contra Israel, porquanto fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor.” Jz 3.7,8,12 (ARC)

▪ COMPARE: “Os israelitas fizeram o que era mau aos olhos do Senhor. Esqueceram-se do Senhor, seu Deus, e serviram às imagens de Baal e aos postes de Aserá. Então a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os entregou a Cusã-Risataim, rei de Arã-Naaraim. E os israelitas serviram a Cusã-Risataim durante oito anos. […] Mais uma vez, os israelitas fizeram o que era mau aos olhos do Senhor. Por isso, o Senhor deu a Eglom, rei de Moabe, poder sobre Israel.” Jz 3.7 (NVT)

▪ “Porém os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor; e o Senhor os deu na mão dos midianitas por sete anos.” Jz 6.1 (ARC)

▪ “E a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e vendeu-o em mão dos filisteus e em mão dos filhos de Amom.” Jz 10.7 (ARC)

▪ Mediante o arrependimento do povo, Deus levantava libertadores para resgatar Israel da opressão.

▪ “E os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor levantou aos filhos de Israel um libertador, e os libertou: Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe, mais novo do que ele.” Jz 3.9 (ARC)

▪ “Então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor lhes levantou um libertador: Eúde, filho de Gera, benjamita, homem canhoto. E os filhos de Israel enviaram pela sua mão um presente a Eglom, rei dos moabitas.” Jz 3.15 (ARC)

▪ “Depois dele, foi Sangar, filho de Anate, que feriu seiscentos homens dos filisteus com uma aguilhada de bois; e também ele libertou a Israel.” Jz 3.31 (ARC)

▪ COMPARE: “Depois de Eúde, Sangar, filho de Anate, libertou Israel. Certa vez, ele matou seiscentos filisteus com um ferrão de conduzir bois.” Jz 3.31 (NVT)

▪ “E sucedeu que, clamando os filhos de Israel ao Senhor, por causa dos midianitas,” Jz 6.7 (ARC)

▪ “Então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor, dizendo: Contra ti havemos pecado, porque deixamos o nosso Deus e servimos aos baalins.” Jz 10.10 (ARC)

▪ Essas histórias apontam para a fidelidade e a misericórdia divinas.

▪ “se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.” 2 Tm 2.13 (ARC)

3 . As histórias dos Reis.

▪ Por volta do ano 1050 a.C., Saul [é constituido] como rei em Israel.

▪ “Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações. Porém essa palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E Samuel orou ao Senhor. E disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te disser, pois não te tem rejeitado a ti; antes, a mim me tem rejeitado, para eu não reinar sobre ele.” 1 Sm 8.4-7 (ARC)

▪ COMPARE: “Por fim, as autoridades de Israel se reuniram em Ramá para discutir essa questão com Samuel. Eles disseram: “Olhe, o senhor está idoso e seus filhos não seguem seu exemplo. Escolha um rei para nos julgar, como ocorre com todas as outras nações”. Samuel não gostou de que lhe tivessem pedido um rei e buscou a orientação do Senhor. O Senhor lhe respondeu: “Faça tudo que eles pedem, pois é a mim que rejeitam, e não a você. Eles me rejeitaram como seu rei.” 1 cm 8.4-7 (NVT)

▪ “E, quando Samuel viu a Saul, o Senhor lhe disse: Eis aqui o homem de quem já te tenho dito. Este dominará sobre o meu povo.” 1 Sm 9.17 (ARC)

▪ Saul [foi rejeitado como rei de Israel pelo Senhor] […] Então, Davi foi escolhido e recebeu a promessa de um reino que não teria fim.

▪ “Então, disse o Senhor a Samuel: Até quanto terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite e vem; enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque dentre os seus filhos me tenho provido um rei.” 1 Sm 16.1 (ARC)

▪ COMPARE: “O Senhor disse a Samuel: ‘Você já lamentou o suficiente por Saul. Eu o rejeitei como rei de Israel. Agora, encha uma vasilha com óleo e vá a Belém. Procure um homem chamado Jessé, que vive ali, pois escolhi um dos filhos dele para ser rei’.” 1 Sm 16.1 (NVT)

▪ “Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.” 2 Sm 7.16 (ARC)

▪ COMPARE: “Sua casa e seu reino continuarão para sempre diante de mim, para sempre, e seu trono será estabelecido para sempre.” 2 Sm 7.16 (NVT)

▪ Salomão lhe sucedeu, e após a sua morte, o reino se dividiu: Israel no Norte; e Judá no Sul.

▪ Ambos os reinos, rebelaram-se contra Deus, e foram para o exílio.

▪ Em 539 a.C., cumprindo sua promessa, Deus restaurou o trono de Davi.

▪ E, do reino de Judá, a esperança messiânica se cumpriu em Jesus.

▪ “E eis que em teu ventre conceberás, e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu Reino não terá fim.” Lc 1.31-33 (ARC)

▪ Essas narrativas mostram que os planos do Senhor não podem ser frustrados.

▪ “Bem sei eu que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido.” Jó 42.2 (ARC)

▪ COMPARE: “Sei que podes fazer todas as coisas, e ninguém pode frustrar teus planos.” Jó 42.2 (NVT)

  • AS HISTÓRIAS PRESENTES NA BÍBLIA SÃO VERDADEIRAS E DÃO TESTEMUNHOS DA FIDELIDADE E MISERICÓRDIA DIVINAS.
  • Os livros poéticos e de Sabedoria expressam de forma bela , singela e pratica a verdade e a sabedoria de Deus.
  • Os sentimentos do coração estão impressos na história , na poesia da Biblia, que nos ensinam a respeito da verdadeira adoração.
  • O gênero literário diz respeito às formas literárias que estão sendo usadas pelo autor e as regras que as governam.
  • Na Biblia temos poesia, narrativas, parábolas, epístolas, profecia, Salmos, leis, hipérbole, expressão idiomática, Provérbios,etc.
  • Se interpretarmos uma parábola (Lc 16:19-31) como se fosse uma narrativa, cometeríamos um grande erro.
  • Da mesma forma se interpretarmos uma poesia (Juizes 5) como se fosse uma narrativa.
  • A narrativa da ressurreição de Jesus (Mateus 28) como se fosse parábola.
  • Muitos leem Mateus 5:3,5, como se fosse condição para entrar no Reino de Deus.
  • Dar a outra face (Mt 5:39).
  • Descobri que as bem aventuranças são bênçãos para quem já está no Reino. Para os já salvos.
  • Pois o público para quem Jesus falou foram os discípulos(Mt 5:1,2) e a narrativa mais próxima do texto é (Is 29:19; 49:13).
  • Provérbios são declarações sucintas que geralmente empregam linguagem metafórica para expressar uma verdade geral(Pv 1:33; 3:9,10; ) veja como em (Pv 15:16,17; 19:22; 28:16) o escritor sabe que felicidade nem sempre resulta em prosperidade. Todos os ricos são devotos?(Lc 6:20).
  • A poesia é uma das formas literárias encontradas com maior frequência na Biblia. Diferente da prosa.
  • A mais importante é o paralelismo com seu equilíbrio rítmico entre os versos(Ex 14 e Jz 4) são prosas bíblicas. (Ex 15 e Jz 5) são poesias. Bíblicas(Jz 5:19,20) caíram meteoros.
  • As expressões “a terra estremeceu” e “os montes vacilaram” implicam em que o povo de Israel , sob o comando de Deus, teve uma vitória decisiva e inquestionável sobre os seus inimigos, que ficaram amedrontados.
  • Conclusão: O texto bíblico em prosa e poesia revela a sabedoria divina, que deve ser aplicada em nosso viver diário.
  • Essa mensagem alegra o nosso coração.
    • “O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos.” Pv 17.22 (ARC)
      • COMPARE: “O coração alegre é um bom remédio, mas o espírito abatido consome as forças.” Pv 17.22 (NVT). Amém.

Comente a matéria

*Seu e-mail não será publicado.

*
*

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
YouTube
YouTube
Instagram